Como saber se uma loja online é confiável?

compra online

Recentemente tenho recebido muitos pedidos de ajuda de pessoas que caíram em golpes de lojas virtuais, que venderam produtos (geralmente por preços imperdíveis e não vistos na concorrência) e após desativaram o site e desapareceram sem deixar rastros.

Infelizmente, na maioria das vezes nem na justiça há jeito de fazer com que o consumidor receba de volta aquilo que pagou por um produto não recebido. O problema é que os estelionatários abrem e fecham CNPJs o tempo inteiro, voltando sempre a rede de computadores com nomes diferentes, para que ninguém desconfie de sua idoneidade. Também, estes registros não tem patrimônio associado e não conseguimos localizar seus sócios, de forma que torna-se impossível a execução de sentença favorável ao cliente.

Por isso, hoje vou dar algumas dicas que podem ajudá-lo a não cair na furada de pagar mas não levar. Vamos lá:

  • Cuidado com ofertas milagrosas em sites de lojas que nunca ouviu falar. Esta é a principal forma de atuação dos trapeceiros: eles anunciam produtos no Google e nas redes sociais a preços inacreditáveis. Desconfie!
  • A loja possuir um CNPJ não significa que é confiança. Abrir um cadastro de pessoa jurídica no Brasil é fácil e rápido, de forma que qualquer um pode fazê-lo. Vale a pena fazer uma consulta no site da Receita Federal e verificar desde quando está ativo e sobre qual nome é registrado. Empresas sérias não tem o nome empresarial de pessoa física. Alguns exemplos: Claro S/A, RN Comércio Varejista S/A, Light Serviços de Eletricidade S/A. Se o nome empresarial da loja é José da Silva Santos, desconfie. Se o CNPJ tiver sido aberto a pouco tempo, ainda mais.
  • Busque o estabelecimento no site do Reclame Aqui. As lojas sérias respondem as reclamações dos clientes e as resolvem. Se a loja tiver reclamações não solucionadas e maioria de avaliações negativas, fuja! Também não acredite caso não exista uma reclamação sequer. Isso geralmente não é indício da seriedade e comprometimento com o cliente, mas sim de que a loja existe a muito pouco tempo.
  • O fato da loja ter um número de telefone que te atenda não significa muita coisa. Diversos clientes que me procuraram alegando terem sido vítimas dos golpistas virtuais disseram ter falado com a loja por telefone antes e até mesmo alguns dias após a compra. Estes números costumam ser desativados após um tempo.
  • Fique atento caso a única forma de pagamento for através de boleto bancário e o prazo de entrega for imenso (quarenta, sessenta dias). Este é um fato que verifiquei em todas as reclamações que tive sobre as lojas falsas.
  • No Facebook existem algumas páginas dedicadas a desmascar lojas fraudulentas. Procure se a que deseja comprar está na lista destes grupos e considere não fechar negócio se estiver.
  • Finalmente, prefira lojas conhecidas suas. Aquelas que possuem também lojas físicas ou, no caso de serem somente virtuais, que já existam a muito tempo, que respondam e resolver reclamações no Reclame Aqui, que você já tenha comprado antes e ficado satisfeito, ou que tenham sido recomendadas por pessoas de confiança.

Espero ter ajudado para que não caiam mais em armadilhas das quais a internet está lotada. Se você tem uma dúvida sobre este assunto ou gostaria que eu falasse de algum outro tema, deixe nos comentários que eu respondo!

Comments (2)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *