Consumidor deve desconfiar de taxa de antecipação para liberação de empréstimo

Resultado de imagem para empréstimo

Não são poucos os pedidos de ajuda que nosso escritório recebe de pessoas que caíram em golpes na tentativa de conseguir um empréstimo.

O modus operandi é sempre o mesmo. Os estelionatários, que costumam agir pela internet, oferecem empréstimos de valores altos, que o consumidor jamais conseguiria no banco, de forma rápida e sem consulta prévia do CPF do interessado junto ao SPC e Serasa.

O grande problema é que os golpistas sempre exigem que seja feito o pagamento prévio de uma taxa de liberação da proposta, que costuma ser feito através de depósito na conta de uma pessoa física. Assim que a transferência bancária é confirmada, a suposta empresa desaparece, sem fornecer os valores de empréstimo que tinham sido contratados, e então o consumidor percebe que caiu numa furada.

As grandes instituições financeiras não costumam cobrar nenhum adiantamento para liberar empréstimo. O cliente, após a contratação e a liberação do dinheiro, escolhe um dia no mês (ex.: todo dia 05) para pagar as parcelas. Até mesmo pois não há lógica em uma pessoa que está precisando de dinheiro ter que adiantar valores para poder tomar o empréstimo.

Para quem infelizmente foi vítima deste golpe, eu recomendo que reúna as provas que possui e leve até a delegacia mais próxima, para registrar a ocorrência do crime de estelionato. É desanimador, mas tendo em vista a fraude ser operada com depósitos em nome de terceiros, de forma que fique quase impossível encontrar seus responsáveis, o prejudicado na maioria das vezes não consegue reaver o dinheiro que adiantou na justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *